Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Otaku’ Category

Anime Festival Party 2009

Ontem meu caro amigo Lucas Adicionou no blog dele (myworldofhell.blogspot.com) fotos do incrível Anime Festival Party 2009, que aconteceu em Belo Horizonte nos dias 18 e 19 de abril deste ano, o qual foi incrível. Aliás, a foto na página inicial do blog dele é uma foto dele e minha posando como Kakashi e Tobi (Uchihamadara), do anime Naruto, no stand do Cosplay Brasil, o maior site de Cosplay do país. Em teoria, esta foi a nossa verdadeira estréia na net, né…?

Bom, ele postou várias fotos legais que nós tiramos. Uma coisa sensível no evento foram os Cosplays: para quem tem seguido o evento com certa regularidade, creio que há de convir comigo: O número e a qualidade dos Cosplays subiu incrivelmente de alguns anos para cá! Realmente, observem as fotos do Iron Man, ou das Representantes do Conselho Jedi de Minas Gerais… De fato, Minas está ganhando terreno no “Cenário Otaku”, UAI!

Aliás, este é um tema que me inspira grande orgulho, e, inevitavelmente, me traz à mente que atualmente o ambiente de fãs de anime e mangá cresceu de maneira considerável, não apenas em número, mas em horizontes.

Oras, como não?

Durante os dois dias de evento, contei às dezenas [ou centenas, eu tinha perdido minha visão periférica enquanto estava de Cosplay (XD)] membros de diversas “tribos” transitando pelas dependências do Colégio Marista Dom Silvério, que foi onde aconteceu o evento. Havia headbangers, roqueiros, góticos, emos, otakus de carteirinha, fãs de Star Wars, Star Trek, amantes de Tolkien, aliás, todos estavam juntos numa paz que eu nunca imaginaria.

Até o InriCristo tava lá!!!

Até o InriCristo tava lá!!!

 

Enfim, foi um prazer estar lá, e até mesmo superar tabus. Carsos 1d6-2 leitores, algum de vocês, se forem “headbangers” ou “metaleiros” (se é que realmente existem diferenças…¬¬) já pararam para conversar com um “emo”?

Melhor ainda, pararam para conversar sobre algo que não fosse música? São ótimas pessoas, acreditem! E o mesmo vale para o oposto, hein?

Dialogar é uma função básica humana, um ser social. Foda-se se você é punk, emo, metal, reggae, druida ou evangélico! Enquanto os membros de um grupo não se sentarem e conversarem com os membros de outro, ainda estaremos presos aos mesmos paradigmas de sempre, que são, quase sempre, uma grande mentira deslavada criada por pessoas cruéis e/ou preguiçosas: “góticos são sempre fãs de banda X ou Y e ficam chorando o tempo todo”, “metaleiros são violentos e sujos”(alguém aí lembra do Arnaldo Jabor  quando o Dimebag Darell morreu?), e por aí vai.

Caro amigo leitor, foi isso que me atraiu a atenção no AFP 2009. O que chamou a sua atenção, se é que você foi? Você já sentou com alguém de uma “tribo” oposta? Como foi? Comente!

Anúncios

Read Full Post »